quinta-feira, julho 13, 2017

Cinco Deuses do Rock da ficção

 

Hoje é dia do bom e velho Rock 'n Roll e para comemorar nada melhor do que apresentar para vocês alguns dos meus crushs literários com o melhor gosto musical de todos os tempos, mas só alguns mesmo, viu! caso contrário a lista ia ficar enorme.

 


Lestat é um antítese. Se Entrevista com o Vampiro Louis nos apresenta o lado sombrio do personagem, em O Vampiro Lestat vamos conhecer sua verdadeira natureza, sua história e o outro lado de sua personalidade. Mas é em A rainha dos Condenados  que ele mostra sua melhor forma, na pele de um roqueiro egocêntrico e famoso Lestat atrai o mal mais do que em sua forma incorpórea. Sendo quem é ele não poderia ser mais do que um músico sensacional e encantador

 
A trilogia Rock Star não é a minha preferida de todos os tempos, na verdade só li o primeiro livro, isso porque Kiera me irritou pra caramba e a escrita da autora poderia ser enxugada em centenas de páginas, porém Kellan Kyle é inesquecível, mesmo que eu só tenha me dado conta disso lá pro meio da história. O cafajeste, gostoso e sedutor personagem é o vocalista da D-Bags e seu mundo é a música e os palcos, além de mulheres. E tudo só fica ainda mais interessante conforme a trama se desenvolve.

 


Adam, meu pobre e atormentado Adam. Já não bastasse sofrer tudo que sofreu em Se eu Ficar, a continuação nos apresenta um personagem ainda mais sofrido. Nem a fama de sua banda é capaz de aplacar sua dor. Depois de uma promessa extremamente difícil de cumprir a vida de Adam está vazia. Mulheres, bebidas e seja lá o que a fama proporciona nada disso é tudo o que parecia ser em seus sonhos, nem a música consegue apagar a ansiedade e depressão que ele precisa viver. Até que um reencontro acontece e coloca tudo em perspectiva novamente. Adam é meu amorzinho, li Para Onde Ela Foi pensando apenas em abraçá-lo e dizer que tudo ficaria bem.

 


Runaway Train é o paraíso dos homens lindos, apesar de todos serem mulherengos ou terem sido em algum momento e Jake Slater é o pior deles. Cercado de groups ele nunca se imaginou apaixonado por uma garota, até que Abby cruza seu caminho. Em meio a muita música, momentos fofos e muita camaradagem na estrada, Música do Coração nos leva em uma viagem gostosa com muito rock 'n roll e personagens maravilhosos.

 


Uma canção de Ninar não é bem um livro que se encaixa nesta postagem como todos os outros, mas em se falando de Crush literário Dexter tem sua vez. Ele não é um personagem típico, não é dado a cafajestagem e nem é o característico cara sexy, sedutor e bad boy. Ele é apenas Dexter impulsivo, desajeitado e músico.

Bom, isso é tudo pessoal!


5 comentários:

  1. Eu adoro encontrar personagens do Rock quando estou lendo algo, principalmente se não espero aquele personagem ali. Tudo de bom essa sua lista.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Ju!
    Como amo rock, adorei suas indicações e como li apenas Entrevista com vampiro e Para onde ele foi, já anotei os outros aqui para leitura futura.
    Rock é tudo de bom e livro com música e rock, ainda melhor.
    Feliz dia do rock!
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Só li Entrevista com o Vampiro e AMEI, queria muito ler todos os outros livros mas tenho preguiça. Lestat é legal mesmo.
    Meu Deus, que declaraçaõ você fez pro Adam, que lindo.
    Ainda tenho que ler Uma canção de ninar, cade o tempo?

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Ótimo post e indicações. Mas ainda não tive a oportunidade de ler nenhum desses livros, portanto não conheço os personagens. Entrevista com o Vampiro, somente assisti o filme. Mas já anotei as dicas! Obrigada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post e as indicações, dos livros que você citou eu conheço apenas Para onde ela foi, mas ainda assim nunca li o livro, porém fiquei muito interessada! Me interessei também por Uma canção de Ninar, achei bem legal que Dexter não é um personagem típico, que é diferente.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, ele será respondido assim que possível :)