domingo, janeiro 05, 2014

Opinando!!! A arte de rabiscar livros.

"Words are Life Lisiel!"


Estava aqui a toa hoje me recordando da sensação que sentia há alguns anos atrás quando via um livro marcado com caneta marca texto ou apenas com a ponta da folha dobrada. Eu me contorcia por dentro e não fazia ideia de como alguém poderia cometer tal sacrilégio. Para mim as folhas e as palavras eram sagradas. Até eu ter a ideia de começar um blog.

Me lembro que na época me interessei principalmente pelas resenhas que transcreviam trechos dos livros. Eu me dei conta que toda vez que lia tinha algo que me marcava mas eu nunca estive disposta a marcar, não cometeria tamanha judiação, mas também percebi que depois de um tempo já não me recordava qual a página daquela frase. Minha vontade era embutir um Ctrl + F nos livros, assim seria mais fácil marcá-los. Infelizmente não possível.

Foi nessa época que conheci os post it, mas não pegou. Eu nunca tinha um  a mão e acabava deixando para marcar depois, que novamente remetia ao esquecimento. Eu não sou disciplinada para tanto. Foi aí que pensei "O que é que eu sempre tenho à mão para poder usar?". A resposta foi um choque! Canetas, lápis eu sempre tinha um por perto, seria a solução, mas eu não conseguia me libertar da sensação de que estava machucando algo sagrado.


Até que eu resolvi me arriscar. Me lembro quando, pela primeira vez, estava lendo um livro e tinha a mão um lápis. Seria mais fácil, uma borracha poderia resolver meu problema de negação. Pois então meti a cara a tapa e marquei aquele pequeno trecho. Nunca apaguei, está ali até hoje, isso não faz nem um ano, se muito. É claro que continuo a não me lembrar a página no final das contas, mas nada que uma anotação na última página para me lembrar de algo que em algum momento foi tão precioso e tocante quanto a simples leitura.

Muitos podem ficar horrorizados, me dizer que os post it são a solução, pois bem, mas eu nunca irei lembrar de guardá-lo na bolsa. Mas tenho alma de escritora e tenho sempre a mão uma caneta e se livros são feitos de momentos quero marcá-los para me lembrar porque me senti tão bem ao lê-lo. Quero abrir aquela página e recordar porque me marcou, porque foi marcada e porque me fez bem.

11 comentários:

  1. Antes eu marcava de boa, cheguei até passar aqueles marca-textos em um dos quotes que havia gostado. Hoje em dia não consigo mais! =/ ahuahau Dá um dó tão grande, judiação sabe? uso o post it quando tem por perto, mas quando não acabo deixando pra lá mesmo. kk É muita força de vontade, coisa que eu não tenho. rs

    ResponderExcluir
  2. Liesel! <3 O primeiro livro que eu rabisquei foi justamente A Menina que Roubava Livros e ali eu tive uma certeza: nunca mais vou marcar livros, seja com caneta, lápis, enfim, nada disso, eu acho que o livro fica feio, não gosto muito, prefiro deixar ele do jeito que ele está, rs.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie Ju,

    Aff...tb passo por isso a sensação não é nada agradável em sublinhar trechos mas eu os faço só a lápis e bem fraquinho e tb na maioria das vezes não lembro depois
    mas eu hj costumo transcrever direto para o skoob no histórico de leitura, ou no notepad do celular principalmente se é um quote que tenho q colocar na resenha.

    ResponderExcluir
  4. Antes, meus livros eram todos grifados, marcados a caneta mesmo. Depois, foi me apertando o coração ver aquilo ai eu comecei a marcar eles com fitas de cetim. Para não correr o risco de esquecer, eu separava umas quinze tirinhas para cada livro e deixava na última página. Ai conhece os post it. Uso eles. Deixo a cartelinha na última página e, conforme eu vou lendo, vou marcando meus trechos favoritos. Cada cor de post it marca algo diferente. Para mim funciona super bem. Mas eu acho que cada um tem o direito de marcar seu livro como achar melhor.
    Beijos
    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Juro que até já tentei, mas simplesmente não consigo. Meus livros não possuem nenhum risco, nenhuma orelha ou nenhuma página dobrada. Quando gosto de algum quote, pego um caderninho que tenho especialmente para isso, transcrevo, coloco o nome do livro e a página e fim. Não condeno quem faz uso de marcadores nos livros, até acho que são pessoas corajosas, porque eu não consigo.

    ResponderExcluir
  6. Para mim, não existe pecado maior do que rabiscar/dobrar uma página de livro! Prefiro marcar com post it mesmo, do que fazer tal ato e me queixar depois :/

    ResponderExcluir
  7. Eu não risco um livro de jeito nenhum kk se eu tiver que marcar alguma página ou algo do tipo e só tiver um lápis ou uma caneta eu escrevo o número da página na minha mão ou em um papel, mas riscar nem pensar kkk

    ResponderExcluir
  8. Ju, meu professor de literatura sempre dizia que livros são para ser marcados, manuseados, usados, ou perdem seu sentido. Eu ainda reluto em deixar marcas mais fortes nos meus, por isso, também recorro ou lápis ou uma lapiseira bem fininha, pra fazer marcas discretas, que não prejudiquem a leitura de uma outra pessoa futuramente. Quanto aos post-its, nem tenho problemas em carregá-los, é que acho que eles deixam aquela colinha na página do livro, e isso me perturba. Enfim, cada um tem suas manias e seus métodos, mas acho que nunca serei capaz de usar caneta num dos meus livros... parece que os estou machucando, rsrsrsrs.
    Bjos1

    http://seiqueuesei.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu sempre sublinhei e usei marca texto sem pena. Não sei, cresci assim. Meu avô era livreiro. Eu sempre tive tantos livros e tanta intimidade com eles.... Aí um dia conheci a silvia oroz e pedi pra ela autografar um livro chamado 'Melodrama - O cinema de lágrimas da América Latina', ela me agradeceu e disse: 'pelo estado do livro percebo que foi bem estudado'. Aí ela resolveu me presentear com mais 2 livros dela... Outro que me presenteou também foi o Martinho da Vila, ele ficou tão feliz por ter certeza de que eu havia lido que me deu um outro dele rsrsrs Eu só não sublinho romances, mas biografias e livros sobre cinema, música e yoga, eu destaco dessa forma, como sou jornalista, sempre volto neles pra pesquisar... Eu também compro muita coisa em sebo, alguns cheios de anotações e dedicatórias... Beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  10. Eu acho o fim do caminho riscar o livro, mas acho que vou começar a rabiscar as passagens com lápis que assim posso voltar pra parte que eu me emocionei. U.u
    Obrigada por me levar pra esse caminho..

    ResponderExcluir
  11. Eu não consigo fazer isso de jeito nenhum. Rsrsrs
    Geralmente só leio quando estou em casa, então tenho tudo o que preciso pra destacar aquela passagem que me fez bem. Na pior das hipóteses, paro de ler naquele momento, e só retorno quando estiver tudo anotado.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, ele será respondido assim que possível :)