segunda-feira, janeiro 25, 2016

[Resenha] O Príncipe de Westeros e outras histórias

A resenha de hoje é sobre um livro de contos, uma antologia organizada por G. R. R. Martin e Gardner Dozois, que conta com contos de vários autores, muitos deles conhecidos do publico brasileiro. O que posso antecipar é que no geral esperava bem mais de algumas histórias, infelizmente algumas me decepcionaram um pouco, outras muito, sempre deixando a sensação de que poderia ser melhor.  Mesmo assim há histórias muito boas perdida nesse meio e vale a pena conferir

O Príncipe de Westeros e outras histórias
Organizado por: G. R. R. Martin e Gardner Dozois
Editora Saída de Emergência
Compre: Saraiva | Submarino | Amazon
Skoob



Sinopse: Um livro fascinante que reúne os melhores contos de grandes nomes da literatura fantástica. Inclui uma nova história de A Guerra dos Tronos, de George R. R. Martin.
Se você é fã de literatura fantástica, irá se deliciar com esta antologia de contos organizada por George R. R. Martin e Gardner Dozois.
Obras inéditas dos melhores autores do gênero irão surpreendê-lo com enredos ardilosos e reviravoltas intrigantes. O próprio George R. R. Martin apresenta uma nova história do apaixonante e violento mundo de A Guerra dos Tronos, introduzindo um dos personagens mais canalhas da história de Westeros.
Acompanhe grandes autores, como Gillian Flynn, Neil Gaiman, Patrick Rothfuss, Scott Lynch e muitos outros, nesta coleção de histórias emocionantes sobre vigaristas, mercenários e ladrões.

Os contos de O príncipe de Westeros e outras história explora o universo dos "anti-heróis" personagem que por força do carisma ou destino acabam caindo no gosto de muito leitores. Eu confesso que muitas vezes me afeiçoou mais a eles do que aos heróis. Para a composição das narrativas Martin e Dozois organizaram um grupo de grandes autores que nos contam aqui a história de seus personagens, sejam eles inéditos ou não.

A cargo de curiosidade é interessante vocês saberem que a Editora Saída de Emergência dividiu a antologia em dois volumes, o primeiro contém os contos que vocês verão abaixo e o segundo tinha previsão para ser lançado agora em 2016, o que não posso afirmar como certo, mas que torço muito para ser verdade. Abaixo vocês podem ler minha opinião sobre cada um dos contos!

Como o Marquês recuperou seu casaco - Neil Gaiman
O primeiro conto do livro é de um autor bastante famoso no meio fantástico, Neil Gaiman, portanto eu esperava que o conto "Como o Marquês recuperou seu casaco" fosse ser muito bem desenvolvido apesar do pouco espaço para um conto, contudo minhas expectativas caíram por terra e meu primeiro contato com Gaiman através dessa curta história não foi nada agradável. Achei o conto bem vago, não senti identificação com a história e nem tive tempo de me entender os personagens. (Nota: 2)

Proveniência -  David W. Ball
"Proveniência" o segundo conto desta coletânea é exatamente o que eu esperava de alguns contos deste livro. Nele o autor David W. Ball traça o caminho de uma obra de arte "perdida". Mesmo nos apresentando diversos personagens o autor não se perde em momento algum, a trajetória do seu conto é surpreendente e eu acabei a narrativa louca para ler algo mais do autor, e para minha surpresa só encontrei um livro de Química ou Física, não me lembro agora, o que foi bem decepcionante. Esse cara deveria estar na lista de best sellers ficcionais, sem mais! (Nota: 5)

Qual sua profissão - Gillian Flyn
O terceiro conto do livro "O Príncipe de Westeros e Outras Histórias" é "Qual sua profissão?" escrito por Gillian Flyn, então depois de tantas opiniões positivas sobre a autora eu estava bem pronta para amar o conto, mas foi uma decepção grandiosa. Durante a narrativa a autora chegou a me deixar bastante empolgada. A curiosidade se o tema central seria uma pessoa psicótica ou algo sobrenatural me manteve atenta, porém o final foi decepcionante, sem muito esclarecimento e bobo. Mais decepcionante não foi não ter gostado, e sim o fato de que a autora não soube usar todo seu potencial para fazer desse conto um dos melhores do livro. O fim é brochante! (Nota: 1)


Uma forma Melhor de Morrer - Paul Cornell 
"Uma forma Melhor de Morrer" é o quarto conto do livro, escrito por Paul Cornell um autor que apesar de todo seu currículo, incluindo Doctor Who, Marvel e DC Comics eu nem sabia quem era até então. Mas enfim, o conto não me agradou, ele começa confuso e não explica bem a questão da tal realidade alternativa do séc. XIV proposta no conto, o que seria passável por ser apenas um conto, mas de qualquer forma a história é bem confusa, e apesar das atitudes dos personagens ele não se mostraram tão intensos como eu esperava de uma história sobre canalhas, e um canalha para ser bom tem que ter intensidade. O autor, conta a história como se o leitor já tivesse um conhecimento prévio sobre tudo, o que, com as frases elaboradas de forma enigmática torna tudo ainda mais cansativo, porque não sabemos de que raios o autor está falando, a não ser que você já tenha lido algum livro que o autor tenha escrito sobre este universo e personagem. Infelizmente este é mais um conto que não gostei no livro. (Nota: 1)

Um Ano e um dia na velha Theradane - Scott Lynch
"Um Ano e um dia na velha Theradane" é um dos contos que eu mais esperava neste livro, e graças a Deus eu fui recompensada e a expectativa não foi frustrada. Lynch utiliza nesse conto a mesma linha dos livros da série Nobres Vigaristas, porém por ser um conto a narrativa é muito mais ágil, e o mais interessante é que em nenhum momento o leitor fica perdido ou confuso na narrativa. É uma história simples, sem um desfecho arrebatador, mas que cumpre o que é proposto no livro. Só não digo que foi o melhor conto até agora porque nenhum conseguiu bater "Proveniência" de David W. Ball. (Nota: 4)

A Caravana para lugar nenhum - Phyllis Eisenstein
"A Caravana para lugar nenhum" é o conto de Phyllis Eisenstein para o livro, nesta história a autora retoma um personagem que não utilizava em suas histórias há décadas, Alaric, O Bardo. Confesso que eu não conhecia o personagem, mas gostei da forma como a autora apresenta ele, e acabei curiosa com os livros que a autora escreveu sobre o personagem. A história traz um toque fantástico delicioso, contudo achei que deixou um pouco a desejar em alguns pontos, não especificando o que aconteceu com um certo personagem, apesar de ser perfeitamente compreensível ainda assim senti que faltou algo, mas não sei bem explicar o que seria. O desfecho é interessante, mas não chega a ser tão bom como o de "Proveniência" e "Um ano e um dia na velha Theradane". Mesmo assim vale a pena! (Nota: 4)

Galho Envergado - Joe R. Lansdale
Quem me conhece como leitora sabe que não sou grande fã de histórias policiais, acho sempre um pouco arrastado demais, mas vou ter que dobrar a língua para falar sobre "Galho Envergado", o conto foi escrito por Joe R. Lansdale e traz personagens já utilizados pelo autor em alguns romances, porém isso não nos deixa perdidos, o autor consegue nos situar perfeitamente em sua narrativa, que apesar de rasa e até mesmo previsível é bem fluída e ágil. Eu gostei bastante, mesmo assim não tanto quanto outros! (Nota: 3)

A Arvore Reluzente - Patrick Rothfuss
Patrick Rothfuss é, na minha humilde opinião, um gênio da literatura, seu conto era o mais esperado por mim desde que vi que anunciaram Rogues (internacionalmente), então antes mesmo da Editora Saída de Emergência anunciar que iria lançá-lo aqui no Brasil eu já tinha lido o conto, mas como sou obsessiva eu reli. E minha opinião não mudou uma vírgula, você pode ler melhor sobre o que achei neste link: http://goo.gl/Tqul96 (Nota: 5)

Em Cartaz - Connie Willi
"Em Cartaz" é um conto da autora Connie Willis, dentre todos os contos é o mais leve e tem um tom de comédia romântica. Não posso dizer que esperava um conto deste estilo no livro, mas mesmo assim gostei da forma como ele é narrado. Não há muito o que dizer a não ser que é bem escrito e desenvolvido. (Nota: 4)

O Príncipe de Westeros ou O irmão do Rei - G. R. R. Martin
O Último conto de O príncipe de Westeros e outras histórias foi escrito por G. R. R. Martin e conta a história de ambição do príncipe de Westeros Daemon Targaryen e os eventos que levaram a guerra conhecida como Dança dos Dragões. Por ser um conto e Martin utilizar muitos personagens e tratar de sucessão e descendências eu acabei ficando um pouco confusa com tantos filhos, netos e bisnetos, mas nada que atrapalhe a história em si. É perfeitamente compreensível qual o foco da narrativa e o caminho pelo qual ela se desenvolve. Eu esperava um pouco mais desse conto, mas apesar de não ser o melhor ele segue piamente o estilo do autor! (Nota: 4)

Enfim, no geral o livro não é ruim, mas levando em conta os nomes que o sustentam e os autores que fizeram parte incluindo seus contos eu esperava muito mais. O melhor conto de todos foi sem dúvida Proveniência, muito bem escrito e desenvolvido, além dele A Arvore Reluzente de Rothfuss foi o que mais me agradou, as nesse caso sou suspeita para falar! Se há algo que me incomodou um pouco foi o título dado ao livro, no original ele se chama Rogues, em tradução literal seria Canalha em português, contudo a Editora Saída de Emergência resolveu chamar atenção para a obra de Martin, dando destaque ao autor e seu conto. Para suavizar acho que a capa ficou muito bem feita, só esperava que não tivessem prezado pelo Marketing ao destacar o autor. Sobre a revisão não há do que reclamar, não encontrei um erro sequer e a edição também está de parabéns. No mais, se você gosta de ler contos ou quer encontrar alguns personagens conhecido ou autores queridos deve dar uma chance a esse livro sem sobra de dúvidas!


7 comentários:

  1. Olha tem Neil Gaiman e eu já quero o livro por isso hahahahaha
    Fiquei curiosa por serem contos, curto estas histórias pequenas. Valeu a dica.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju, adorei a estrutura da sua resenha, minha colunista resenhou esse livro e curtiu muito, fiquei curiosa para ler também, todos esses autores juntos com uma escrita tão diversificada na imaginação. Esse lance do título eu não sabia, eu acho que não teria sido um problema aproveitar o original, a capa realmente chama atenção.

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua resenha, gostei pelo fato de ter diversos autores como por exemplo: Neil Gaiman, Patrick Rofhfuss e Scott Lynch. Adorei seu blog também, bem organizado. Parabéns!
    www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju!
    Que pena que não foi tudo que esperava.
    Eu nunca me interessei pelos livros do autor principal nem dos outros dos contos, não seis e é preguiça dos livros gigantescos ou se é só falta de interesse mesmo.
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  5. Vi várias resenhas positivas desse livro, eu amo literatura fantástica e contos! Então é um livro perfeito para mim!! Gostei mto do que falou e sobre ter colocado sua opinião nos contos! Isso é ótimo para quem está com vontade de ler livro! ><

    ResponderExcluir
  6. Olá... tudo bem??
    Bom não me interesso pela leitura do livro, pois geralmente não leio livros de contos, só se for de terror ai eu me arrisco rs... de qualquer forma concordo com você quanto a capa... acho que editora foi bem esperta em colocar o nome do autor e seu conto de forma chamativa... e outra é uma pena que parte dos contos foram decepcionantes pra ti... mas em contrapartida... outros foram ótimos... é difícil falar sobre contos... então que bom que no todo, a leitura foi boa. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Uma pena que autores tão bons tenham decepcionado. Eu até gosto de livros de contos, mas esse livro está longe de ser meu estilo de leitura. O problema dos livros de contos é a diversidade da história fazendo com que uns sejam ótimos e outros nem tanto.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, ele será respondido assim que possível :)