terça-feira, novembro 10, 2015

Perfil do personagem: Warner - Estilhaça-me



É inevitável ler um livro e não acabar gostando de um determinado personagem mais do que outros. Isso ocorre comigo a cada nova leitura, enquanto a história se desenrola vou dando atenção as características desse personagem, imaginando como ele seria. Foi assim que surgiu essa nova aba no blog, para apresentar o perfil de alguns personagens que acabam se destacando. ou nem tanto, o importante aqui vai ser falar um pouco sobre quem faz uma história acontecer.

Quando fiz a primeira postagem dessa coluna no blog já tinha em mente diversos personagens que poderia usar, e entre eles, claro, não poderia faltar Warner, da trilogia Estilhaça-me. Hoje depois de uma breve enquete lá no twitter alguns amigos e leitores escolheram-no para estrelar nossa postagem de hoje. Então vamos lá, estão prontos para Aaron Warner?
Também conhecido como:

Warner 

Ficha Tecnica:

Nome: Aaron Warner Anderson
Idade: 19 anos
Família: Paris Anderson, Leila Warner.

Aparência:

"Imediatamente me impressiono com sua juventude. Ele não podia ser muito mais velho que eu.
É óbvio que ele está no comando de alguma coisa, embora eu não faça ideia do quê. Sua pele é perfeita, imaculada, a linha de sua mandíbula forte e definida. Seus olhos são o tom de esmeralda mais lívido que já vi. Ele é lindo.
Seu sorriso torto é diabolicamente calculado. Ele está sentado sobre o que ele imagina ser um trono, mas que não passa de uma cadeira na frente de uma sala vazia. Seu traje está perfeitamente passado, seus cabelos louros, habilmente penteados, seus soldados, os perfeitos guarda-costas."

Habilidade:

Ele é capaz de absorver o poder de outros mutantes, bem como detectar tais poderes, nesse segundo caso ele também consegue captar as emoções de seus "alvos".

Personalidade:

Warner é um personagem observador e detalhista. Em um primeiro momento é completamente suspeito, obcecado e paranoico, tanto que no primeiro livro eu o achei sádico, cruel,  frio, psicótico e todos os"adjetivos" para pessoas loucas que você puder pensar. Porém, com o decorrer da trilogia vamos conhecendo mais sobre sua história e seus motivos para se esconder atrás dessa faixada cruel e calculista. Mas o que mais chama atenção no personagem é a intensidade e paixão que ele demonstra. Warner é um dos personagens mais interessantes que já tive o prazer de conhecer.

Aparições na série:

Quotes:

"- Não quero que você me odeie - diz Warner enquanto seguimos pelo caminho rumo ao elevador. – Sou apenas seu inimigo porque você quis que eu fosse."

"- A vida é um lugar frio - sussurra ele. - Às vezes você tem que saber atirar primeiro."

"Eu sabia que ela estava assustada, até mesmo apavorada, mas nunca pensei que esses sentimentos fossem relacionados diretamente a mim. Eu tinha acompanhado sua evolução durante aquele tempo que passamos juntos; a medida que as semanas passavam ela parecia cada vez mais à vontade. Mais feliz. Tranquila."

"Eles pensam que sou uma criança maluca. Não me respeitam, não são leais a mim. Eles estão desapontados que estou ali em frente a eles; zangado; revoltado até; mas não morto por causa desse ferimento. Mas eles temem a mim. E isso é tudo que preciso."

"Encolho-me no chão em frente a Warner. Puxo os joelhos até o peito. Concentro-me na pedra sob meus pés.
- Eu não o odeio.Warner parece parar de respirar.- Acho que eu o entendo às vezes - digo a ele. - De verdade. Mas bem quando eu penso que, enfim, consegui entendê-lo, você me surpreende. E nunca sei realmente quem você é ou quem vai ser.Levanto os olhos.- Mas sei que não o odeio mais. Eu tentei - eu conto -, tentei bastante. Porque você fez tantas coisas terríveis. A pessoas inocentes. A mim. Mas, agora, sei muito sobre você, vi muita coisa. Você é humano demais.
O cabelo dele é dourado. Os olhos, muito verdes. Sua voz está sofrida quando ele fala:
- Está dizendo, - ele começa -, que quer ser minha amiga?"

"- Eu nunca aleguei que vivo com base em nenhum conjunto de princípios - Warner me diz. - Nunca aleguei que sou correto, bom, nem justifiquei minhas atitudes. A verdade simples é que não me importo. Eu fui forçado a fazer coisas terríveis na minha vida, amor, e não estou buscando nem o seu perdão nem a sua aprovação. Porque eu não tenho o luxo de filosofar sobre escrúpulos quando estou sendo forçado a agir movido por instintos básicos todos os dias."

11 comentários:

  1. Oi Ju, tudo bom?? Olha, eu ainda não li nenhum livro da série porque sinceramente, o gênero não faz muito meu estilo, mas eu acho as capas SENSACIONAIS!!!! e olha, juro que vou repensar a minha decisão depois de ler o perfil desse personagem aí, que cá para nós, não é de se jogar fora! kkkkk Bjosssss

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju!
    Nos primeiro e parte do segundo livro da trilogia tive um pouco de raiva do Warner. Porém no último livro eu cai de amores por ele. No fundo fundo eu gostava dele, esse jeito de bad boy sofridinho. Só não queria admitir. Que modelo bonito viu. Entra na minha casa, entra na minha vida. HAHAHAH. Eu nunca gostei do Adam e vale ressaltar que no segundo e terceiro livro ele ficou tão chato que não tinha como não shippar ele e ela. Incendeia-me tem tantas quotes, acho que gastei um bloquinho nele.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju, tudo bem?
    Só posso dizer: Warner <3
    Quando li Estilhaça-me eu odiei ele (também pensava que era sádico e cruel, mas depois de ler o conto dele fiquei totalmente apaixonada e torcendo desesperadamente por Warner. Ainda não terminei de ler a trilogia, mas já compreendi Warner de uma forma intensa e acredito que nos próximos livros vou ficar ainda mais encantada com ele.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju, tudo bem??
    Sou suspeita em falar da série e principalmente do meu amado Warner... sério que por mais que a descrição dele seja loiro... eu só consigo vê-lo de cabelos pretos rs... mas tirando essa parte louca da minha mente... ele é tudo e mais um pouco, embora no primeiro livro eu tenha ficado muito indecisa entre o bonzinho Adam e o maquiavélico Warner... eu tive que confessar minha paixão por ele a partir do segundo livro... não tinha como não se apaixonar por esse personagem cheio de defeitos... mas ao mesmo tempo com qualidades incríveis.... amei a postagem.... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Ju, sua linda, tudo bem
    Adorei essa coluna, diferente. Você disse que era uma trilogia, e depois colocou a foto de 5 livros, virou série ou são contos extras, depois me fala. Até hoje eu não li, estou louca para ler, inclusive, na época, consegui pegar as capas novas que a editora mandou para todo mundo. Agora sobre ele: nossa, estou curiosa, que ele precise se esconder, tudo bem, mas ser cruel, não sei se vou gostar dele, mas sempre prefiro os personagens mais complexos, por isso, não tem jeito, vou ficar de olho nele, risos...
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li a série, em parte porque inicialmente meu interesse por ela não era muito, mas com o passar do tempo ele cresceu e apenas a lista infinita que tenho de livros para ler que adia a dessa série. Admito que não curto triângulos amorosos, os acho insuportáveis, mas ignorarei esse elemento nos livros só porque Warner me interessou demais.
    Já ouvi falar muito da complexidade dele e tenho que admitir que ele faz o tipo de personagem que posso odiar ou amar, dependendo de como é trabalhado e tenho a sensação que vou cair de amores por ele. Ele pode ter sido cruel, calculista e psicótico a primeira vista ou em diversos momentos da história, mas ele me deixa curiosa. Personagens complexos como ele me fascinam e as vezes, quanto mais perturbado melhor.
    Gostei bastante do perfil que fez dele e adorei o modelo escolhido.
    Espero me apaixonar por ele tanto quanto você ao iniciar a leitura da trilogia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Ju ainda não li a série ,mas estou tentada por conta desse protagonista menina, e que poder interessante dele, li muitos elogios a essa série. Preciso ler para conhecer melhor o lindo protagonista. Adorei a coluna. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Acredita que desisti dessa série. Lembro que na época que li tinha ficado super ansioso para o lançamento da continuação, mas a NC demorou tanto, que acabei não dando continuidade à série e li apenas o primeiro. Em Estilhaça-me, tive a impressão de que esse cara era um personagem não muito bem construído, mas depois de ver a sua postagem vi que estava um pouco errado. Vou ver se animo de conferir o resto da série depois.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ju!
    Antes eu não tinha qualquer interesse em conhecer a série, mas com esse simples perfil você me convenceu. Já adoro o Warner. Quando você disse que o achou louco e não gostou dele no primeiro livro, automaticamente lembrei de Jaime Lannister. Tive uma relação parecida com ele em As Crônicas de Gelo e Fogo.

    Com carinho,
    Celly.
    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Ju, menina adorei a postagem. Assim como você a primeira impressão que tive de Warner foi o quão frio e calculista ele era, e o tempo inteiro achei que seria impossível gostar desse personagem. Porém com o decorrer da história e descobrindo mais sobre ele, fiquei perdidamente apaixonada. Essa série é uma das minhas favoritas do gênero.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  11. Warner, melhor homem que você respeita.
    Nossa eu adorei o personagem, ele e o Kenji são meus preferidos de longe hahah
    Não é que eu não gostasse do Adam, até o segundo livro eu achava ele legal, depois que o espírito babacão entrou nele, aí que eu passei a achá-lo insuportável.
    É engraçado, que eu shippo a Juliette com o Warner desde o primeiro livro. No começo ela só tinha contato com o Adam ital, não dava pra shippar com outra pessoa, mas quando o Warner entrou em cena... Ah meu bem, Desde aquele instante eu troquei o Adam e não me arrependo hahahaha
    Incendeia-me é o melhor livro na minha opinião, o que é surpreendente porque ultimamente nos livros que eu venho lendo os autores sempre tão cagalizando no final (Convergente, A 5a Onda...)
    Estilhaça-me, como um todo é revigorante e adorável. Agora só preciso saber como sobreviver sem o Warner! ;( hahah

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, ele será respondido assim que possível :)