quinta-feira, setembro 10, 2015

[Resenha] Nevermore - Kelly Creagh

Oi Oi!
Hoje vou falar de um livro que já li há algum tempo, e que até já tenho um vídeo preparado falando sobre os dois primeiros livros. Mas como acho que não falei o suficiente resolvi também fazer a Resenha escrita. Nevermore, da autora Kelly Creagh foi publicado no Brasil pela Editora Pandorga e se tornou um dos melhores livros que li.
Nevermore
Nevermore #1
Autora: Kelly Creagh
Editora Pandorga
Compre: Submarino | Saraiva | Amazon
Skoob

Sinopse: A líder de torcida Isobel Lanley fica horrorizada quando descobre que seu parceiro para o projeto de inglês é Varen Nethers e que o projeto deve ser entregue — tão injusto — no dia do jogo contra o rival do colégio. Frio e indiferente, cínico e com a língua afiada, Varen deixa claro que ele também preferia não ter que estudar com ela. Porém, quando Isobel descobre um texto estranho escrito no diário de Varen, acaba vendo com outros olhos esse enigmático garoto de olhar expressivo.
Logo Isobel começa a inventar desculpas para poder encontrar Varen. Afastando-se cada vez mais de seus amigos e do namorado possessivo, Isobel entra mais fundo no mundo de sonhos que Varen criou nas páginas de seu diário, um mundo onde as aterradoras histórias de Edgar Allan Poe ganham vida.
Enquanto seu mundo começa a desmoronar ao seu redor, Isobel descobre que os sonhos, assim como as palavras, têm mais poder do que ela imaginava, e que as realidades mais assustadoras são aquelas criadas pela mente. Agora ela precisa encontrar uma maneira de chegar a Varen antes que ele seja consumido pelas sombras de seus próprios pesadelos.

A primeira vez que ouvi falar de Nervermore foi pelo twitter através da indicação da Denise Flaibam, autora de Os Mistérios de Warthia. Não estava botando muita fé na leitura, mas mesmo assim fiquei curiosa. Apesar de não ser muito conhecido no país o livro trás uma história interessante mesclado com o universo adolescente e o teor de mistério me chamou atenção. Então assim que tive oportunidade solicitei os dois primeiros livros e me preparei para divulgar-los por aqui. Não sei se vocês se recordam mas teve até um mês especial dedicado a Kelly Creagh, que por sinal me fez perceber o quanto os livros ainda são desconhecidos por aqui. mas esse não é assunto de agora.

Algo que eu tinha certeza que não ia me agradar muito na narrativa era a protagonista, ela é exatamente o tipo de personagem fútil que eu desprezo, mesmo que de certa forma ela demonstre ter um coração. Porém, as preocupações de Isobel não chegaram a me convencer, li o livro com a sensação de que Kelly Creagh poderia ter aprofundado mais a personagem. Entendo que o fato de ela ser uma patricinha e lider de torcida foi posto para mostrar que ela e Varen são opostos, mas mesmo assim suas preocupações deveriam girar a cerca de coisas mais importantes do que simplesmente o salto perfeito. Além disso, Isobel passa boa parte do livro bastante confusa. A história narrada por ela nos dá uma visão muito particular de tudo o que está acontecendo, por isso até o último momento acreditamos que o mistério não será resolvido, apesar de ser narrado em terceira pessoa o fato de utilizar a ponto de vista de Isobel torna tudo bastante limitado. Então caminhamos por boa parte da narrativa confusos assim como a protagonista, sem saber o que realmente está acontecendo.

Já Varen é um mistério, e acredito que isso se deve também a narrativa limitada de Isobel, porém toda a história se desenvolve em volta dele, ele  é a chave para tudo o que está acontecendo e se tivéssemos pelo menos um vislumbre de seus pensamentos a história poderia ser muito mais atraente. Mas além disso ele não tem muito destaque, sabemos de sua importância, mas ainda assim ele é mais uma sombra, um personagem de poucas palavras e que não demonstra muitas reações, mesmo assim conseguiu chamar muito minha atenção, Varen é interessante.  É exatamente por isso que quando começamos a desvendar o que se passa compreendemos a atitude do personagem, eu achei impossível não me apaixonar pelo seu jeito reservado e misterioso. 

Para não deixar de falar dos personagens secundários o que tenho a dizer é que eles também foram muito bem elaborados, principalmente Gwen, a garota estranha que acaba se tornando a melhor amiga de Isobel, eu adorei seu jeito e a forma como ela está ali para tirar Isobel dos trilhos. E também tem as criaturas sobrenaturais, e uma delas já devo adiantar será extremamente importante no desenrolar do segundo livro, e mesmo querendo odiá-la com todas forças eu simplesmente amei pena que não posso explicar porque!
''— Pai, esta é Gwen. Ela é, uh... ela é... — mentalmente desequilibrada, Isobel quis dizer.''
Além dos personagens, é claro que temos o universo criado por Kelly Creagh que eu não acreditava que ela conseguiria ligar a história de Edgar Alan Poe como é prometido na sinopse. Contudo, a forma como ela enreda o mistério da vida e da morte de Poe a narrativa é brilhante. Percebemos todo a admiração que ela tem por esse autor conforme vamos desvendando as nuances desse universo paralelo criado por ela. Neste momento não só a história de Varen mas a de Poe começa a instigar nossa curiosidade. Além de que ficarmos presos ao mistério enquanto ele se desenrola vagarosamente diante de nossos olhos é inevitável, eu não consegui largar o livro até virar a última página, e quem me acompanha no twitter sabe disso devido aos meus surtos insanos por lá.

Enfim, Nevermore se transforma de uma narrativa inocente sem grandes atrativos há uma história incrível e atraente que vai prender o leitor mesmo diante de alguns defeitos. Acho a capa brasileira desse romance bastante bonita, além de representar perfeitamente o mistério da história. Não tive problemas com a revisão e o projeto gráfico está lindo, detalhes que nos ajudam a imergir na história. No mais, acho que todos deveriam dar uma chance a Nevermore, já que essa é uma história tão diferente de todos os sobrenaturais que já li e muito instigante!

Melhores Quotes:

"Palavras, Isobel, sempre tiveram o poder de dar vida às coisas."

"Eu nunca quis que você fosse arrastada para nada disso - nunca. Por favor, acredite em mim.
De alguma forma, eu perdi o controle de tudo. Eu só queria poder ver você de novo, dizer tudo o que eu não disse antes. Acima de tudo, queria que houvesse uma forma de podermos recomeçar. Aconteça o que acontecer, saiba que eu não queria que acabasse assim. 
Sempre seu, V." 

"[...] Porque tudo isso, eu sei, é apenas um sonho.
E quando nós finalmente acordarmos,
Eu verei você de novo."

18 comentários:

  1. já queria muito ler esse livro antes, agora sabendo que tem relação com o mundo de Poe fiquei mais interessada ainda. Quero muito descobrir esse lado misterioso do livro, que já começa a instigar pela capa.
    Adorei sua resenha.

    bjs.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro ou a autora e apesar de, por um olhar superficial pela sinopse, o livro aparentar ser o tipo que me prende, sua resenha me deixou curiosa.
    Isobel já aparenta ser uma personagem que pouco irei gostar, pois futilidade não me agrada, não consigo entender como um salto ou uma roupa podem ser tão importantes para uma pessoa. Vaidade deveria ter limites, mas como sempre existem personagens do tipo não me surpreendo com isto. Varen por outro lado parece ter tudo para me conquistar e admito que fiquei meio decepcionada ao ver que ele não possui o mesmo espaço que Isobel no livro, por mais que seja um personagem importante. Creio que, caso eu comece e termine a leitura, que acabaria por achar que a autora pecou na hora de aprofundar ou dar o devido espaço a certos personagens.
    Mesmo assim, estou curiosa e tentarei dar uma chance a série. Espero que ao menos seja uma leitura agradável.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi Ju, tudo bem?
    Conhecia esse livro por causa de você, lembro que comentei na semana especial e que a série tinha chamado minha atenção. Mas essa é a primeira resenha que leio dele, a premissa me chama a atenção e, mesmo com alguns defeitos que você mencionou, eu vou super ler. Dica mais que anotada e pode deixar que vou dar uma chance para Nevermore, já que adoro livro sobrenatural.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  4. Um tempo atrás, eu me interessei por esse livro mas acabei esquecendo hahhahaha
    Ainda bem que sua resenha me relembrou
    Adorei essa capa
    Essas coisas do Poe só me lembra a série The Following. Eu assistia mas com o tempo larguei
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Ola Ju fiquei muito curiosa com essa premissa e sua resenha, quero ler o livro para hoje. Lembro de sua divulgação no blog, saber que a história foi muito elaborada ainda mais ligada a Allan Poe já me convence a ler. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Oiee!!
    Não conhecia o livro nem a autora, e mesmo com todas as suas ressalvas fiquei bastante curiosa!!
    Gosto de romances com um certo teor de mistério e o fato de os personagens serem adolescentes também me agrada.
    Com certeza pretendo dar uma chance á série, pois nada como ler uma obra de mistério que te prende, e que você não consegue descobrir o que realmente está acontecendo ali!! Até que no final você se surpreende!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju! Eu acho que acompanhei os posts que você fez anteriormente sobre a autora e tal e fiquei na torcida para ganhar os livros. Para ser bem honesta eu não tinha pesquisado nada mais sobre eles para tentar não me "influenciar" caso lesse o livro. Para ser bem sincera essa protagonista já me desagradou de cara. É bem chato você ler um livro totalmente as cegas com as coisas que estão acontecendo e por isso que, de vez em quando, um livro em terceira pessoa se faz necessário (ou aqueles que são narrados por duas pessoas).
      Apesar de não ter lido as obras de Poe eu conheço a sua fama e atpe algumas inspirações para livros e filmes, então esse acaba sendo um ponto positivo. Quem sabe, se eu ler, acabo ficando motivada para ler algo dele.

      Excluir
  8. Eu não conhecia essa série, mais confesso que fiquei super curiosa depois de ler a sinopse e a sua resenha, já adicionei os livros imediatamente em minha lista de leituras, adoro esses livros com romances sobrenaturais e pretendo ler em breve, sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  9. JU ME ABRAÇA! AKSNFSOAUBGASOUBGAOUGBAUOGA Mais uma pessoa iniciada na palavra de Kelly Creagh, vitória! \o
    Nevermore é a melhor coisa do mundo e eu fico bem triste por ser um livro desconhecido para a maioria dos leitores desse gênero, mesmo nos EUA não tem tanta popularidade quanto merecia :/
    Eu sou apaixonada pela Isobel, preciso confessar, e amo como a Kelly trabalha a personalidade normal e líder de torcida dela em algo maior; ela sai da própria realidade contra a vontade dela, até que se torna a sua vontade por causa de todas as tretas com o Varen e JANSOUABOGBAOGUABOGAB e nem vou começar a falar do Varen porque senão terei um troço.
    O background com as histórias do Poe e com o mundo dos sonhos e tudo mais é absurdamente fantástico, e como ela trabalha isso no segundo livro vai derrubar seu forninho! Já comecei a ler o último, mas parei porque eu tô sem coragem de dizer adeus ç_ç
    Me deu vontade de reler esse livro pela sexta vez.
    Amei a resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Conheci o livro há algum tempo aqui no seu blog mesmo, Ju. Acho que essa Isobel ia me irritar demais, tenho verdadeiro horror de personagens fúteis também. Pelo que você falou do Varen acho que se pudéssemos ver as coisas pelo ponto de vista dele tudo se tornaria mais atraente mesmo. O que me deixa com um pouco de medo de ler é essa ligação com Poe, mas o fato de ser um sobrenatural diferente de tudo o que você já leu talvez me faça tomar coragem de encarar.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi Ju..
    Inicialmente eu não tinha me interessando muito pelo livro, mas depois que fui lendo sua resenha e descobrindo um pouco do enredo e a autora gosta dos escritos de Poe, fiquei mais interessada admito... rs... Mesmo que Isobel seja uma personagem fútil, eu ainda me interessei, porque gosto de um enredo sobrenatural.. e a descrição da história me chamou atenção... não cheguei a ver o especial que você fez, mas com certeza vou pesquisar mais sobre o livro... Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ju!
    Nossa! O livro parece tenso e intenso.
    Gosto de sobrenatural e se ligado de alguma forma a Poe, fica ainda mais fascinante.
    Isobel me parece uma protagonista bem resolvida e linda.
    O livro pode parecer aterrorizante, mas é do jeitinho que gosto.
    “Ainda não vi ninguém que ame a virtude tanto quanto ama a beleza do corpo.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Eu achei a capa muito bonita e na hora que comecei a ler sua resenha fiquei com uma mega curiosidade, até que vi que a personagem é fútil e rola drama adolescente, mesmo que ela tenha coração. Acho que também ficaria na dúvida, afinal, linkar um tema assim ao mestre supra sumo do suspense, E. A. Poe, não deve ser uma tarefa fácil, pelo menos não sem deixar fãs como eu P da vida HAHAHA. Mas que bom que ela conseguiu juntar trazer isso para o livro. Ainda não decidi se vou ler, mas a semente da curiosidade foi plantada.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie
    Eu ganhei os dois primeiros livros dessa série ano passado e como eu não sabia nada sobre ela acabei indo procurar algumas resenhas,e todas elas eram um tanto negativas então deixei a série de lado.É bom ver que tu gostou pois sempre que vejo os livros na estante me bate uma curiosidade mas fico com medo de me decepcionar.E mesmo com esses probleminhas que a história apresenta no início ela parece ser muito boa,e eu gosto bastante de histórias envolvendo o sobrenatural.Vou sem dúvidas nenhuma dar uma chance a esses livros.

    ResponderExcluir
  15. Ai cara achei mega legal livro. Sabe, acho que o fato da personagem ser patricinha e metida, que a torna mais irritante e também mais interessante ao mesmo tempo, porque ai temos o que falar. Que bom que gostou, porque eu não conhecia e agora eu mega quero.

    ResponderExcluir
  16. Esse é um dos meus desejados há ~anos~ e fico triste de não ser conhecido por aqui principalmente por causa do péssimo trabalho de divulgação.
    Depois de tantas resenhas positivas praticamente já amo Isobel e Varel. Amo esse clichê de personagens opostos e ainda mais que não é só sobre isso o livro.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ju. Que capa é essa de Nevermore? Pirei. E essa estória? Me interessei bastante pela mesclagem da autora de uma trama mais jovem, adolescente com um teor de mistério para dar sabor à leitura. É uma pena que a narrativa contenha alguns defeitos, como a futileza da protagonista e até mesmo a escrita da autora.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, ele será respondido assim que possível :)